Laboratório de Estudos da Multifuncionalidade Agrícola e do Território – LEMATE
  • Lemate e relações internacionais: membro do laboratório conduz estudos na França

    Publicado em 21/09/2020 às 12:20

    Karine Nunes é graduanda em Agronomia no Centro de Ciências Agrárias, da Universidade Federal de Santa Catarina (CCA/UFSC) e membro do Lemate desde 2017. Em agosto de 2019, a estudante embarcou para a França para concluir seus estudos, sob a orientação do prof. Fábio L. Búrigo. Seu intercâmbio é realizado no quadro do programa Brafagri (Capes) e de um acordo de dupla diplomação firmado entre a UFSC e a universidade francesa Bordeaux Sciences Agro (BSA).

    Desde setembro de 2019, a estudante cursa graduação com especialização em Agricultura, proximidade e territórios na Bordeaux Sciences Agro. As regras francesas de ensino permitem que Karine complete sua formação obtendo o diploma de Engenheira Agrônoma e o título de mestre ao mesmo tempo. No curso de mestrado ela estuda o tema do Desenvolvimento de territórios, origem e qualidade de produtos, junto à Universidade de Bordeaux Montaigne.

    No seu primeiro semestre na França, entre setembro de 2019 e janeiro de 2020, a estudante cursou as disciplinas de Geopolítica, Avaliação e acompanhamento da transição agroecológica, Inovação sustentável, Europa em todos os seus estados, Agricultura e relações internacionais, Economia do conhecimento, entre outras.

    No seu segundo semestre, cursou a pré-especialização em Economia e Geopolítica da Agricultura, que é composta por 3 meses de aulas e projetos pré-profissionais e 3 meses de estágio. Este último foi realizado entre junho e agosto de 2020 junto ao programa de pesquisa-ação MicroAgri (https://www.microagri.org/), no qual continua como voluntária até fevereiro de 2021, quando realizará seu estágio final (6 meses) junto ao programa. O objetivo de MicroAgri é estudar o fenômeno dos microestabelecimentos agropecuários no departamento da Gironda. Esses estabelecimentos são baseados, de modo geral, na instalação de neorurais, na produção inspirada por agriculturas alternativas (agroecologia, permacultura, agrofloresta, agricultura biodinâmica) e na comercialização em circuitos curtos e de proximidade (< 80 km). Na ocasião do estágio, a estudante visitou e entrevistou 15 agricultores com a missão de avaliar a viabilidade de seus estabelecimentos agropecuários. A continuação deste trabalho de avaliação se dará através da discussão dos resultados junto aos professores Ademir A. Cazella (Lemate/UFSC) e Bernard Del’Homme (MicroAgri/BSA). Além da cooperação reflexiva e teórica, o objetivo é também de fortalecer os laços entre o Lemate e o grupo de pesquisa EADT (Ambiente, atores e dinâmicas territoriais), do qual o professor Bernard faz parte.

    Desde 2019, Karine realiza também uma pesquisa sobre o serviço de extensão rural oferecido pelas instituições oficiais catarinense (Epagri) e francesa (Chambres d’agriculture). O objetivo desta pesquisa, que será seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), é analisar os perfis dos extensionistas rurais quanto à sua percepção em relação ao seu trabalho, à sua contribuição às diversas dimensões do desenvolvimento sustentável em escala local/regional e à articulação coletiva dos agricultores. O projeto tem sido orientado pelos professores Oscar J. Rover (UFSC) e Adeline Alonso Ugaglia (BSA).

    Todas as atividades da estudante têm sido acompanhadas pela equipe do Lemate, contribuindo para a qualificação dos seus projetos. A oportunidade do intercâmbio de graduação com dupla-diplomação e possibilidade de realização de um mestrado tem apresentado muito potencial não só para a carreira acadêmica da estudante, mas também para o estabelecimento de novas parcerias entre o Lemate e grupos de pesquisa franceses que trabalham sobre as mesmas temáticas que o laboratório.


  • Pesquisa sobre “Cesta de Bens e Serviços Territoriais” é apresentada em evento da UNOESC

    Publicado em 01/09/2020 às 22:23

    No dia 29 de agosto de 2020, o professor Ademir A. Cazella e a pós-doutoranda Andréia Tecchio, ambos do PGA/UFSC, apresentaram a pesquisa intitulada “O Enfoque da Cesta de Bens e Serviços Territoriais: modelo de análise do Desenvolvimento Territorial Sustentável”. Essa pesquisa é conduzida pelo Lemate e conta com apoio financeiro do CNPq/Edital Universal 2018, sendo executada por um grupo de pesquisadores de diferentes organizações científicas do estado de Santa Catarina.

    A apresentação on line foi realizada no âmbito do curso de extensão em Desenvolvimento Regional, promovido pelo Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional – Proesde/Desenvolvimento da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc). Este curso é coordenado pelos professores Tânia Nodari, Idiane Mânica Radaelli e Evelacio Roque Kaufmann. O evento reuniu 217 estudantes de graduação em agronomia, administração, ciências contábeis, educação física, direito, psicologia, enfermagem, psicologia, farmácia, medicina veterinária, zootecnia, radiologia, engenharias e arquitetura das regiões de Joaçaba, Xanxerê e São Miguel do Oeste.

    O Professor Ademir abordou o enfoque teórico-metodológico da Cesta de Bens e Serviços Territoriais (CBST), destacando que ele pode ser utilizado em ações de promoção do Desenvolvimento Territorial Sustentável (DTS) e como ferramenta analítica para inventariar ativos e recursos territoriais específicos, bem como para orientar estratégias de DTS. A pós-doutoranda Andréia apresentou os resultados da primeira etapa da pesquisa de campo realizada em municípios da Associação dos Municípios do Extremo Oeste de Santa Catarina (Amesoc). De maneira específica, foram enfatizados os ativos e os recursos territoriais que já estão sendo mobilizados em projetos de DTS ou que podem compor uma estratégia de CBST no extremo oeste catarinense.


  • Professor Cazella profere palestra em evento internacional

    Publicado em 28/08/2020 às 14:29

    No dia 25/08/20, o Prof. Cazella proferiu palestra sobre o tema da Cesta de bens e serviços territoriais durante painel organizado pela Rede Ibero-Americana de Estudos sobre Desenvolvimento Territorial e Governança (Redeteg). O vídeo da palestra pode ser acessado pelo link abaixo.

    https://youtu.be/MiSeoIgJ4dw


  • Lemate produz manual e vídeo sobre a plataforma SIDRA/IBGE e o Censo Agropecuário

    Publicado em 17/08/2020 às 10:22

    A partir de uma demanda interna do Lemate, Karine Nunes e Ana Cecília Guedes, membros do laboratório, elaboraram um vídeo-tutorial sobre o uso da plataforma SIDRA/IBGE e o Censo Agropecuário.

    Além do vídeo, Karine produziu também um pequeno manual de utilização da plataforma, que pode ser acessado clicando aqui.


  • Lemate apresenta seu novo logotipo

    Publicado em 15/07/2020 às 20:09

    O Lemate está de cara nova!

    Seu novo logotipo apresenta a figura de um balão de ensaio, contendo em seu interior a  representação estilizada de um grupo de pessoas, em atitude de cooperação. A ideia é fazer alusão a um laboratório que desenvolve projetos de pesquisa e extensão junto a grupos sociais, com ênfase em experiências que promovam a multifuncionalidade, o cooperativismo e o desenvolvimento sustentável dos territórios rurais.


  • Lemate participa de evento da Marcha Virtual pela Vida

    Publicado em 11/06/2020 às 04:23

    No dia 9 de junho de 2020, o professor Dr. Ademir Cazella e a doutoranda Marja Milano, integrantes do Lemate, participaram do debate virtual “Meio Ambiente, agrobiodiversidade e produção de alimentos para o autoconsumo: interfaces com o desenvolvimento territorial sustentável”, promovido pelo GT da SBPC do oeste catarinense, em parceria com o Lemate e a Epagri.

    Esse evento fez parte da programação da Marcha Virtual pela Vida. Em Santa Catarina, o movimento foi coordenado pela Secretaria Regional da SBPC em Santa Catarina (SBPC-SC) e contou com mais de 50 atividades transmitidas virtualmente ao longo do dia todo. O objetivo foi chamar a atenção de brasileiros e brasileiras para o fortalecimento de valores fundamentais para o enfrentamento da grave crise que estamos atravessando: a vida, a saúde, o SUS, a solidariedade, a preservação do meio ambiente, a democracia, a ciência e a educação.

    Na oportunidade, a pesquisadora do Lemate apresentou alguns resultados do projeto “O Enfoque da Cesta de Bens e Serviços Territoriais: modelo de análise do Desenvolvimento Territorial Sustentável”, com destaque para a potencialidade da valorização de recursos territoriais ligados à biodiversidade nativa e à agrobiodiversidade em territórios rurais catarinenses. O debate contou com cerca de 80 participantes. As apresentações foram gravadas e podem ser acessadas nos seguintes links:

    Abertura: clique aqui
    Palestra Clóvis Dorigon: clique aqui
    Palestra Cristiano Nunes Nesi: clique aqui
    Palestra Marja Zattoni Milano: clique aqui
    Discussão Cleuzir da Luz: clique aqui


  • Guia Metodológico

    Publicado em 25/05/2020 às 16:31

    A equipe do projeto “O enfoque da cesta de bens e serviços territoriais: modelo de análise do desenvolvimento territorial sustentável” (CNPq – Edital Universal 2018) acaba de traduzir do idioma francês e editar em português este guia metodológico, no qual se propõe um método de valorização dos recursos territoriais. Nas palavras do prof. Pecqueur em seu prefácio para a edição francesa, “em princípio, nada disso parece original na medida em que qualquer projeto de desenvolvimento visa naturalmente identificar os recursos presentes localmente a fim de valorizá-los ao máximo. Entretanto, adicionar o adjetivo ‘territoriais’ à definição de recursos, renova profundamente estratégias de desenvolvimento. Assim, além de métodos concretos, pedagógicos e ilustrados, o guia revela uma percepção inédita do desenvolvimento. Em um mundo cada vez mais globalizado, a capacidade de controlar os próprios recursos econômicos para uma população ancorada em uma determinada área geográfica tende a enfraquecer. A partir de então, os territórios devem encontrar sua vocação e engajar-se em estratégias de especificidade ou diferenciação. Já não se trata de ‘fazer como o vizinho, se possível mais barato’, mas sim de ‘fazer o que o vizinho não pode fazer’. Este guia nos convida a chegarmos próximos deste objetivo”. No prefácio que elaboramos para a edição em português destacamos que não se trata meramente de copiar materiais didáticos e metodológicos, mas de nos inspirarmos para enfrentar o desafio de elaborar o nosso próprio instrumento metodológico de identificação e valorização de recursos territoriais específicos. O desafio está lançado!

    Acesse o Guia Metodológico aqui.


  • Fórum Virtual de Governança Fundiária: inclusão, oportunidade e autonomia para agricultura familiar.

    Publicado em 15/05/2020 às 10:52

    Fórum Virtual organizado pelo IICA (Instituo Interamericano de Cooperação para a Agricultura) no final de 2018. Nesse Fórum, prof. Ademir Antônio Cazella proferiu a Aula Magna e, junto com o Prof. Oscar Rover, a palestra do Eixo 3: Promoção Comercial dos Estabelecimentos e Empreendimentos Familiares.

    Link para acesso: Fórum Virtual de Governança Fundiária


  • Membros do Lemate participam de eventos nacionais e internacionais apresentando trabalhos relacionados às pesquisas em andamento

    Publicado em 19/11/2019 às 10:46

    Durante os dias 09 e 11 de outubro de 2019, o professor Fábio Búrigo e o estudante do mestrado Marcos Catelli participaram do 5° Encontro Brasileiro de Pesquisadores em Cooperativismo, com o tema “Negócios sustentáveis em cenários de transformação”. O evento foi realizado no Instituto Federal de Brasília, campus Gama e contou com a organização do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop), da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) além do apoio da Universidade Federal de Viçosa-MG (UFV). Cinco eixos nortearam o debate e a construção do conhecimento sobre a temática do evento: Identidade e Cenário Jurídico; Educação e Aprendizagem; Governança, Gestão e Inovação; Capital, Finanças e Desempenho; e Impactos Econômicos, Sociais e Ambientais. Segundo os organizadores, “a relação entre cada um destes eixos com o papel das cooperativas na inclusão e desenvolvimento de negócios sustentáveis permite destacá-las como um modelo diferenciado que deve ser estimulado”.

    O evento reuniu pesquisadores de todo país, os quais puderam apresentar trabalhos e pesquisas produzidas com foco no cooperativismo. Os representantes do Lemate puderam ter contato com pesquisas que estão relacionadas ao cooperativismo em diferentes contextos no território nacional e até mesmo internacional, com a participação de palestrantes internacionais. Os membros do Lemate apresentaram o trabalho: Desafios e oportunidades na união entre cooperativas de crédito solidarias:o caso da Cresol Vale Europeu, produzido como resultado do Projeto do Lemate com apoio do CNPq, sobre educação cooperativista. O trabalho apresentado foi elaborado pelos pesquisadores já citados, com a contribuição das estudantes: Stéfani Perez, Ana Cecília e Eloiza Moraes.

    Entre os dias 05 e 08 de novembro o Professor Fábio Búrigo participou da XI Jornadas de Interdisciplinarias de Estudios Agrarios y Agroindustriales, evento promovido pela Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade de Buenos Aires, durante o qual apresentou o trabalho: A importância dos programas de educação para o fortalecimento do cooperativismo solidário: estudo sobre o programa agentes da Cresol Baser, elaborado em parceria com a estudante do PGA, Stéfani Tamara Perez.

    O professor Fábio aproveitou a viagem ao país vizinho para conhecer e propor o estabelecimento de laços de cooperação institucional entre o Lemate/PGA/UFSC e diferentes organizações do cooperativismo argentino, tais como o Instituto Mobilizador de Fundos Cooperativos (IMFC), Centro Cultural da Cooperação (CCC), Fundação de Educação Cooperativa (Idelcoop) e Instituto Universitário da Cooperação (Iucoop).


  • Escola de Verão PROCOAS 2020 – “Processos Cooperativos e Associativos em Dinâmicas de Desenvolvimento Rural”

    Publicado em 14/11/2019 às 14:12

    Estão abertas as inscrições para a Escola de Verão “Processos Cooperativos e Associativos em Dinâmicas de Desenvolvimento Rural”

    Entre os dias 17 e 22 de fevereiro de 2020 terá lugar na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) a quarta edição da Escola de Verão do Comitê Acadêmico de Processos Cooperativos e Associativos (PROCOAS) da Associação de Universidades do Grupo Montevideu (AUGM). A Rede AUGM reúne um total de 39 Universidades Públicas da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai. No caso de seu Comitê PROCOAS é o grupo técnico-acadêmico destinado a abordar e promover, com enfoque multi e interdisciplinar, as temáticas da cooperação, associativismo e economia solidária.
    Essa próxima edição da Escola terá como sede a UFSC e o Laboratório de Comercialização da Agricultura Familiar (LACAF) na coordenação. Nela participarão 35 estudantes de graduação e pós-graduação das universidades públicas dos distintos países integrantes da AUGM, assim como 5 professores palestrantes convidados dessas universidades.

    A Escola propõe se constituir como um espaço de debate, troca de experiências e conhecimentos junto com as instituições e organizações da sociedade civil que desenvolvem ações cooperativas e associativas para o desenvolvimento rural em diferentes municípios do Estado de Santa Catarina.

    Para isso serão organizadas palestras, mesas redondas e de debate, visitas a campo e trabalhos em grupos. Durante os seis dias da Escola, se recorrerá distintos municípios do Estado de Santa Catarina, com atividades previstas em: Águas Mornas, Alfredo Wagner, Florianópolis, Fraiburgo, Lages e São José do Cerrito.

    No caso dos estudantes de pós-graduação que participem, poderão acreditar a Escola como disciplina no Programa de Pós-graduação em Agroecossistemas da UFSC.

    Mais informações e para realizar a inscrição acesse: http://evprocoas2020.ufsc.br/