PESQUISA DE CAMPO JUNTO A AGROINDÚSTRIAS FAMILIARES NA SERRA CATARINENSE

22/04/2022 14:41

Entre os dias 11 à 14 de abril de 2022, foi realizada a aplicação de oito questionários em agroindústrias familiares nos municípios de Bom Jardim da Serra, São Joaquim e Urubici. Esta etapa de pesquisa busca conhecer as experiências de distintos ramos de agroindústrias familiares, no que se refere à origem e histórico de constituição, suas formas organizativas, canais de comercialização, relações com o território, geração de renda, saber fazer, matérias-primas processadas, marcas coletivas ou individuais e as contribuições da assistência técnica de organizações públicas e privadas. Nesse primeiro momento foram realizadas entrevistas em agroindústrias de beneficiamento e processamento de morango, queijo serrano, sucos (uva, maçã e goiaba serrana), panificados, sorvetes e maçã. Nessa etapa, duas ações coletivas foram identificadas: uma cooperativa de mulheres agricultoras que processam maçã e a marca coletiva Sabor Serrano utilizada por três agroindústrias. Esse foi o início da pesquisa de campo, referente ao projeto “Desenvolvimento territorial sustentável: interfaces entre a cesta de bens e serviços, mercados e marcas territoriais”, financiado pela FAPESC e que também contempla o extremo oeste catarinense. O trabalho de campo foi realizado pelo graduando em Agronomia Nicolas Wolff de Farias e a doutoranda do PGA Marina Bustamante Ribeiro, sob a coordenação do professor Ademir Cazella. A continuidade da pesquisa se dará ao longo dos meses de abril, maio e junho de 2022.