Pesquisadores do LEMATE realizam pesquisa de campo na região do Planalto Norte Catarinense

08/05/2019 14:08

Entre os dias 22 e 26 de abril, os estudantes Fernando Prado e Marja Milano estiveram nos municípios de Canoinhas e Porto União, na região do Planalto Norte Catarinense, para realizar um estudo de caso relacionado ao modelo teórico-metodológico da Cesta de Bens e Serviços Territoriais.

A abordagem da Cesta de Bens e Serviços Territoriais analisa iniciativas de atores locais que se articulam com o propósito de criar uma oferta heterogênea e coerente de produtos e serviços, valorizando, dentre outros quesitos, o saber-fazer, a cultura, a história e o ambiente natural, a exemplo de produtos típicos e serviços associados ao turismo rural, à paisagem natural e aos circuitos curtos de comercialização. Trata-se de uma abordagem voltada para processos de desenvolvimento ancorados nos potenciais ambientais, sociais, econômicos e culturais específicos de cada espaço geográfico, ao invés de focalizar em atividades e empreendimentos que simplesmente extraem os recursos dos mesmos.

Nessa perspectiva, os estudantes realizaram visitas e entrevistas, buscando identificar recursos e ativos territoriais específicos, bem como as estruturas de intercâmbio entre os diferentes atores sociais (pesquisadores, sociedade civil, empresas privadas, órgãos públicos). Nesta etapa, a pesquisa teve ênfase na compreensão do processo de implementação da Indicação Geográfica (IG) da erva mate e no levantamento de iniciativas ligadas à agroecologia.

Para a realização da pesquisa de campo foi fundamental o apoio da Floresta Nacional de Três Barras / ICMbio, onde os pesquisadores ficaram hospedados, e do escritório regional da Epagri, que auxiliou nos contatos com os atores locais. Esta atividade integra o projeto “O Enfoque da Cesta de Bens e Serviços Territoriais: modelo de análise do Desenvolvimento Territorial Sustentável”, que conta com apoio financeiro do CNPq/Edital Universal 2018.