Lemate e relações internacionais: membro do laboratório realiza estágio de pesquisa no Canadá

09/03/2021 10:56

Marja Milano é doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas da UFSC e membra do Lemate desde 2018, sob orientação do Prof. Dr. Ademir Cazella. É também professora do Instituto Federal Catarinense (IFC) – campus Rio do Sul, atualmente em licença integral para se dedicar ao curso de doutorado. Em 2020, Marja foi selecionada para o programa ELAP – Emerging Leader of the Americas Program – e obteve uma bolsa do governo canadense para realizar um estágio de pesquisa junto à University of British Columbia (UCB).

Assim, em fevereiro de 2021 a pesquisadora embarcou para Vancouver/Canadá, onde passará os próximos quatro meses atuando junto ao “Centro para Sistemas Alimentares Sustentáveis” e ao “Instituto para Recursos, Meio Ambiente e Sustentabilidade” da UBC, sob supervisão da Professora Dr. Hannah Wittman. Nesse período, Marja irá interagir com o grupo de pesquisa liderado pela Dra. Hannah, dedicando-se especialmente ao projeto Navigating Agroecology in Latin America, o qual tem por objetivo compreender e apoiar os processos de transição agroecológica na América Latina e tem o estado de Santa Catarina como um dos focos dos estudos empíricos.

Durante o estágio, a pesquisadora irá contribuir com a análise colaborativa dos dados que estão emergindo desse projeto e se familiarizar com o aplicativo LiteFarm, uma ferramenta digital desenvolvida na UBC, gratuita e com dados aberto, que pretende auxiliar agricultores na gestão financeira e ambiental da unidade de produção agrícola. Embora ainda em fase inicial de utilização, a equipe do projeto acredita que o LiteFarm pode auxiliar agricultores e técnicos no caminho da transição agroecológica. A pesquisadora Marja, por sua vez, pretende contribuir com a adaptação dessa ferramenta também para o uso pedagógico, a partir de sua experiência enquanto docente do curso técnico em agroecologia do IFC.

A parceria já estabelecida entre a UBC e o PGA/UFSC tem permitido a construção de projetos de pesquisa de interesse mútuo e o intercâmbio de estudantes e pesquisadores entre as duas instituições. Dessa forma, a realização do estágio de doutorado-sanduíche pela doutoranda Marja, além de ser uma oportunidade de aprendizados e crescimento pessoal para a pesquisadora, contribui para a continuidade e fortalecimento dessa parceria internacional.